Argentina, Buenos Aires, Bariloche, Ushuaia, Córdova, Salta, Mendoza

 


Conheça o parque Torres Del Paine no Chile 


Veja todos os detalhes sobre o parque Torres Del Paine, no Chile. Ele é um enorme parque natural com 181 mil hectares de área cheios das mais variadas atrações para todos os tipos de turistas. Independentemente se você é mais aventureiro ou prefere sossego e conforto, há opções para todos. Apesar de estar localizado no Chile, o parque é uma excelente atração se você for para a Argentina, porque ele está a apenas uma hora e meia de distância de Santa Cruz, uma cidade que fica na fronteira com o Chile. A estrada é boa e é super fácil de chegar até lá. Confira todas as informações sobre o parque Torres Del Paine, no Chile. 

Parque Torres Del Paine, Chile

E se você está planejando viajar para lá, não deixe de conferir também as dicas imperdíveis de como economizar muito na viagem à Argentina. São dicas muito boas, que valem a pena, e vão fazer você economizar muito em todo o planejamento da viagem e quando estiver lá. Sua viagem à Argentina vai sair mais barata do que imaginava e você poderá aproveitar ainda mais sua viagem. Agora veja tudo sobre o Parque Torres del Paine.

Como é o parque Torres Del Paine

O parque está localizado na Patagônia chilen, e é um dos destinos turísticos mais bonitos de toda a América do Sul. O local é todo rodeado por enormes montanhas, sendo que muitas delas possuem gelo, o que torna o visual ainda mais bonito. Lá você poderá observar animais como veados, raposas, pica-paus e vários outros. Dá para fazer trilhas rápidas, circuitos longos, ou até mesmo pegar uma excursão que passa rapidamente pelos principais pontos desse enorme parque. Apesar de toda essa imponência, saiba que Torres Del Paine não está localizado em uma altitude tão grande, portanto as caminhadas são bem mais suaves do que em outros lugares.

 Como é o parque Torres Del Paine

Quando ir para o parque Torres Del Paine

Por ser uma grande atração turística, recebendo cerca de 150 mil visitantes anualmente, o parque fica aberto o ano todo. Porém, existem algumas exceções ao longo dos meses. Grande parte das trilhas fecha no período do inverno, por conta da alta quantidade de neve que atrapalha os viajantes. Além disso, muitas das opções de hospedagem dentro do parque só funcionam de setembro à abril, que é a época de primavera, verão e início do outono. Por isso, a melhor época para visitar o parque é justamente entre esses meses que citamos acima, porque é garantia de que tudo estará funcionando por lá.

Quando ir para o parque Torres Del Paine

Onde se hospedar no parque Torres Del Paine

Dentro do parque existem hotéis e locais para acampar. Claro que a tradicional forma de conhecer esse local é acampando e fazendo trilhas a pé, porém há várias opções de hotéis lá dentro para quem quer viajar com mais conforto e fazer passeios menores e menos cansativos. Quase todos os hotéis oferecem opções variadas de passeios pelo parque, o que inclui excursões pelos principais pontos, almoço na beira da Lagoa Azul, transfers, passeios de bicicleta, de barco, entre outros. Caso você queira dormir em um hotel, saiba que são mais ou menos esses passeios que você vai fazer, e não as trilhas W e O, que explicaremos a seguir. É uma boa opção para quem está viajando em família.


Onde se hospedar no parque Torres Del Paine

Hotéis no parque Torres Del Paine

Ali existem tanto hotéis luxuosos com sistema all-inclusive, como outros mais econômicos. Lá dentro é possível encontrar 15 locais de hospedagem, sendo que entre eles estão alguns lugares como Awasi Patagonia, Explora, Ecocamp, Tierra Patagonia, Las Torres, Patagonia Camp e Hosteria Pehoé, por exemplo. O conforto de qualquer um desses hotéis faz bastante diferença depois de um dia de passeios e caminhadas intensas. Eles servem boa comida e possuem acomodações excelentes. O Hosteria Pehoé é o mais econômico, mas os outros também possuem preços bons, dependendo da época. Lembre-se de fazer uma reserva com bastante antecedência.  

Hotéis no parque Torres Del Paine

Acampamentos no parque Torres Del Paine no Chile 

Há vários campings dentro do parque, e para decidir em qual você vai ficar, o melhor é planejar quais trilhas e passeios pretende fazer. Como o parque é enorme, o ideal é se hospedar e acampar em um local que seja próximo das trilhas e que faça parte do circuito escolhido por você, para facilitar os deslocamentos e não ter que percorrer distâncias enormes. Os refúgios possuem energia elétrica, água quente, quartos compartilhados com beliches, restaurantes e até bar, e são mais confortáveis que os acampamentos, onde o esquema é com barracas. Não é possível carregar baterias nos refúgios, com exceção do refúgio Paine Grande. Se você escolher a opção full board, tem direito a 3 refeições diárias, o que facilita bastante ao longo da viagem. 

 Acampamentos no parque Torres Del Paine

O que fazer no parque Torres Del Paine no Chile 

O parque Nacional Torres Del Paine é cheio de montanhas, trilhas, lagos e lugares lindos para ver a natureza. Lá você não verá lojinhas, shoppings e nem restaurantes, pois a principal atividade do local é contemplar e curtir muito a natureza. Lá você pode visitar a Glaciar Grey, que é uma geleira nas margens do lago Grey, o Vale do Francês, que é um belo mirante, e também conhecer as bases das torres, que são justamente as trilhas e caminhadas. Dentre elas, as mais famosas são as trilhas W e O, que são bem longas e super legais para quem curte trekking, que é a caminhada por montanhas. Existem também muitas lagoas, como a Lagoa Azul, a Sarmiento e a Amarga, por exemplo. 

 O que fazer no parque Torres Del Paine

Circuitos W e O no parque Torres Del Paine no Chile 

Os circuitos W e o O são dois dos mais famosos do parque. Ambos são difíceis, porém valem muito a pena. O W tem 76 quilômetros de caminhada nas trilhas, e dura mais ou menos 4 dias. Nele você vai se hospedando em diferentes campings ou refúgios ao longo do caminho. Você passa pelo Vale do Ascencio, vê a base das torrres, o Lago Nordenskjold, o Vale do Francês, o Glaciar Francês, o Glaciar Grey, o lago Grey, o Los Cuernos de Paine e o Paine Grande. Já o circuito O tem 122 quilômetros de trekking e dura de 7 à 10 dias dependendo do seu ritmo. Ele é o circuito mais longo de toda a Patagônia chilena. Você passa por todos os destinos do W e ainda vai para as florestas no norte do parque, os refúgios Dickinson, Los Perros e para um ponto super alto, a uma altitude de 1241 metros, o Paso John Gardner. Ele dá a volta no Maciço Paine, por isso também pode ser chamado de Circuito Paine.

Circuitos W e O no parque Torres Del Paine

Como chegar no parque Torres Del Paine no Chile

O parque está a 110 quilômetros de distância de Puerno Natales, que é uma cidade chilena perto da fronteira com a Argentina. De qualquer forma, Puerto Natales é a cidade na Patagônia chilena mais perto de lá, isso se você vier pelo Chile, onde é só pegar a Rueta 9.

Como chegar no parque Torres Del Paine

Indo de carro para o parque Torres Del Paine

Uma dica legal para quem vai para o parque Torres Del Paine e para a Argentina, é que como os pontos turísticos, cidades, parques naturais, desertos, outlets e todas as atrações ficam bem afastadas, então alugar um carro se torna essencial. Sem falar que com um carro você pode conhecer outras cidades da Argentina que são próximas, explorar suas estradas que são lindas e as paisagens e lugares naturais pelo caminho que são incríveis. Se quiser, saiba tudo sobre o assunto aqui na matéria de Aluguel de carro na Argentina com dicas incríveis e como conseguir um preço incrível utilizando comparadores de preços excelentes.

Indo de carro para o parque Torres Del Paine

Use seu celular à vontade na Argentina

Poder usar seu celular em Buenos Aires, Bariloche, na Argentina e em qualquer outro lugar do mundo é ótimo, pois ele acaba sendo muito útil. Você pode usar os aplicativos dos pontos turísticos e das cidades, os aplicativos de cupons de desconto, se for alugar um carro você economiza uns 100 euros por não precisar alugar um GPS pois poderá usar o do celular, pode pesquisar os endereços e horários dos lugares, ver a previsão do tempo para se planejar para os passeios e lógico ficar conectado com todo mundo através de aplicativos e postar suas fotos da viagem à Argentina nas redes sociais. Se quiser, veja nossas dicas de como usar o celular à vontade na Argentina. É super barato e você vai poder usar seu celular o dia inteiro em Buenos Aires, Bariloche, Córdoba, Mendonza e qualquer outro lugar da Argentina e do mundo inteiro, caso vá para outros países na mesma viagem. E usando a internet do seu celular você poderá pesquisar tudo sobre o Parque Torres Del Paine quando estiver lá.

Usar o celular em Buenos Aires e Argentina

Não se esqueça do Seguro Viagem para a Argentina

Uma dica importantíssima que reforçamos para todos que estão planejando viajar para fora do Brasil é que não se esqueça que fazer um Seguro Viagem Internacional. Ele é importantíssimo e ninguém deve viajar sem um para evitar problemas no exterior. O que muitas pessoas não sabem é que ele é super barato. Veja nossa matéria de Seguro Viagem Internacional para Argentina com tudo o que você precisa saber sobre o assunto, quais são os melhores seguros e dicas para fazer um excelente seguro por um preço incrível economizando muito.

Veja outras matérias legais da Argentina:

O que fazer em Buenos Aires : Dicas do que fazer e conhecer na cidade. 
Como levar dinheiro para a ArgentinaMelhores formas de levar seus pesos argentinos.
Cidades turísticas da Argentina: As cidades argentinas mais famosas e visitadas.
Como achar hotéis muito baratos na Argentina: Incrível pesquisador e dicas excelentes.

Postar um comentário

 
Top